Meu Sebrae

0800 570 0800

Evento realizado pelo Sebrae traz nomes nacionais e internacionais para debater o tema

Mariana Ramos

Brasília - Começa nesta segunda-feira (27/05), às 10h, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília, o Encontro Nacional de Educação Empreendedora. Serão três dias de discussões com especialistas nacionais e internacionais, reitores, educadores e empresários, sobre a importância do ensino de empreendedorismo no Brasil. Estão confirmadas as participações do vice-presidente da República, Michel Temer, do ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, e do presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

As discussões do primeiro dia serão voltadas para quem já concluiu o ensino formal, mas deseja desenvolver competências para ter um comportamento empreendedor tanto no próprio negócio, como na carreira em uma empresa. Foram convidadas para participar do evento pessoas que fizeram o seminário Empretec, metodologia da Organização das Nações Unidas (ONU) aplicada no Brasil há 20 anos pelo Sebrae e que já capacitou mais de 185 mil participantes. Ao todo, 34 países promovem essa capacitação no mundo.

A mexicana naturalizada americana Marina Fanning, uma das consultoras da ONU que ajudou a idealizar o Empretec, em 1982, também estará no evento e será uma das palestrantes da manhã. À tarde, paralelo ao evento, haverá um painel sobre Universidade e Empreendedorismo. O diretor do programa Emprendo da Universidad de Concepción no Chile, professor Pedro Véras, será o palestrante internacional.

Em seguida, renomados professores brasileiros com experiência no ensino de empreendedorismo em universidades irão falar sobre o tema. Um deles é José Alberto Aranha, diretor do Instituto Gênesis, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). O Instituto ganhou reconhecimento internacional em 1998, quando recebeu o prêmio de melhor programa de formação de empreendedores do Brasil. O outro é Renato Nunes, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei). Há 20 anos, a instituição tem ações de educação empreendedora, como estudo obrigatório da disciplina de empreendedorismo, estímulo a pesquisas na área e ensino de gestão e planejamento empresarial por meio de ferramentas virtuais de simulação.

Ao fim do dia, o músico e empreendedor Carlinhos Brown dará seu depoimento sobre como o empreendedorismo mudou sua vida. Entre uma pergunta e outra feita pela neta de Jorge Amado, a cineasta Cecília Amado, o artista vai interpretar algumas de suas canções.

Para o segundo dia, está prevista a participação do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que falará sobre as iniciativas do MEC para o ensino do empreendedorismo nas escolas brasileiras. À tarde, haverá debates sobre educação empreendedora no mundo, com duas personalidades da área: Bunker Roy e José Pacheco.

 

Palestrantes Internacionais

Indicado pelo jornal inglês The Guardian como uma das 50 pessoas capazes de salvar o planeta, o indiano Bunker Roy passa a vida ensinando pessoas que ganham menos de um dólar por dia a desenvolver competências empreendedoras e se tornarem engenheiros, médicos e dentistas nas comunidades pobres onde vivem. A maioria dos alunos da Universidade dos Pés Descalços – instituição fundada por Roy na Índia – é analfabeta e não é lá que eles aprendem a ler. Roy e seus professores ensinam as pessoas por meio oral. A Universidade funciona à base de energia solar e essa é uma das expertises da instituição. Bunker Roy foi membro do grupo de Alto Nível de Energia Sustentável para Todos da Secretaria Geral da ONU na Rio +20.

O professor português José Pacheco é fundador da Escola da Ponte, um colégio pública de Portugal que tem um jeito diferente de ensinar. Os alunos não são divididos em classes nem em anos de escolaridade e o foco é autonomia dos estudantes. Pacheco tem vários artigos publicados em livros e revistas especializadas sobre formação, avaliação e inovação educacional. É autor de nove livros na área.

No terceiro dia, as discussões vão girar em torno da educação empreendedora e sua importância para os futuros profissionais em formação nas escolas, não somente no mundo do trabalho, como autônomos que precisam gerir seu próprio negócio, mas também como alavanca de uma carreira profissional.

Livros

Durante o evento serão lançadas duas publicações do Sebrae. Uma é o quarto volume da coletânea Pequenos Negócios – Desafios e Perspectivas, que tem o propósito de pensar e discutir a educação empreendedora. Colaboradores da instituição, professores e especialistas trazem nessa edição percepções plurais sobre o tema da educação empreendedora no universo das micro e pequenas empresas e do ensino formal.

A outra é Inovação e Sustentabilidade: Bases para o Futuro dos Pequenos Negócios. Os textos foram produzidos a partir dos debates do Seminário Internacional de Pequenos Negócios, realizado pelo Sebrae com apoio do Valor Econômico, em abril de 2012.

 

Vila do Conhecimento

Paralelo ao evento, haverá uma exposição com estandes do Sebrae e de parceiros sobre educação empreendedora, com materiais para professores e exposição de possibilidades de cursos a serem oferecidas nas escolas. Será nesse espaço que os participantes irão interagir e fazer suas refeições

 

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9300
(61) 2104-2770/2769/2766
(61) 3243-7851

Comentários:

Copyright SEBRAE 2012

SIGA O SEBRAE NAS REDES SOCIAIS:

facebook twitter youtube